"Chorava de soluçar", revela Joana Prado sobre a época em que fazia a Feiticeira

A empresária Joana Prado está longe dos holofotes há alguns anos, mas ela ainda tem dificuldades em falar de seu passado na TV. Em entrevista ao "Programa do Gugu" de quarta-feira (11), ela relembrou sua personagem Feiticeira e disse que não gostava de interpretá-la.

"Nos primeiros programas, quando o Luciano Huck me chamava, eu entrava perdida. Eu era uma menina também. Quando voltava, ia pro camarim e chorava de soluçar! Eu ouvia o que eu queria e o que não queria. Aprendi a administrar, mas me fazia mal".

Ela ainda revelou que a personagem caiu em seu colo de repente e que ficou assustada, pois nunca foi seu sonho ser famosa. "Me vi interpretando uma personagem que não fazia parte dos meus sonhos. Tem mulher que sonha em ser símbolo sexual, em ser famosa, mas eu nunca quis isso", contou.


Atualmante, Joana é casada com o lutador Vitor Belfort e tem três filhos. Ela também se converteu ao Evangelho. "Arrependimento é você não repetir o mesmo erro. Fez parte da minha história. Foi um momento em que eu era solteira, não tinha um relacionamento com Jesus, não tinha meus filhos. Não me arrependo, mas não faria de novo", desabafou.


3 comentários:

  1. Mas o dinheiro foi bom, né, usufruiu e usufrui dele até hoje. Detesto hipocrisia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do dinheiro ele não se arrpendeu de receber todo mês com certeza, ela devia ficar calada e agradecer....

      Excluir