Monica Iozzi lamenta decisão da Band de tirar CQC do ar

O "Custe o Que Custar" não será exibido em 2016, pela Band e só vai voltar ao ar em 2017. Em comunicado oficial, a emissora classificou o ano como "sabático". Pelo Twitter, Monica Iozzi mostrou sua tristeza com a saída temporária do ar da atração.


"Lamento muito. O trabalho mais difícil que já realizei e do qual mais tenho orgulho. Uma pena...", escreveu a apresentadora do "Vídeo Show", responsável por momentos divertidos no vespertino.

A Band não definiu ainda o que irá substituir o "CQC" nas noites de segunda-feira. À frente do programa desde o início do ano, quando substituiu Marcelo Tas, Dan Stulbach segue como contratado da rede paulista. O ator vai comandar o "História Não Escrita", ainda sem data de estreia prevista. A nova atração vai mostrar através de recursos de computação gráfica e dramatizações os principais fatos históricos brasileiros desde 1500. Os demais participantes serão demioidos.

Ainda na nota divulgada à imprensa, Diego Guebel, criador do formato e diretor-geral de conteúdo da Band justificou a decisão de não levar ao ar o "CQC" no ano que vem. "O intervalo entre as temporadas será estendido para que tenhamos tempo de voltar com mais força em 2017", pontuou. Normalmente, a atração saía do ar em janeiro e voltava com nova temporada em março.


2 comentários:

  1. Lamentável é o CQC ter revelado essa mulher.

    ResponderExcluir
  2. Acabou o patrocínio do PT acabou o programa ...

    ResponderExcluir