Narcos pode abordar relação de Pablo Escobar com Roberto Carlos na segunda temporada

A cota de brasileiros em Narcos pode aumentar. A série da Netflix que conta a história de Pablo Escobar pretende mergulhar ainda mais na vida pessoal do narcotraficante em sua segunda temporada, e isso inclui um gosto pessoal bastante brasileiro: Pablo, assim como sua mãe, era fã, muito fã, de Roberto Carlos.

De acordo com Roberto Escobar, irmão mais velho de Pablo, RC foi a Medellín em 1988 para dois shows contratados pelo cartel: “Roberto Carlos veio a Medellín para um show trazido por nós, mas em uma discoteca”, disse Roberto Escobar em uma entrevista para a Folha de São Paulo em 2013.

Além disso, de acordo com a biografia “Matando Pablo: A Caçada Ao Maior Fora-da-Lei de que se tem Notícia”, escrita por Mark Bowden, Escobar tinha até uma Jukebox em sua fazenda apenas com músicas do cantor brasileiro.

Antes do início da primeira temporada, Roberto Carlos foi procurado pela produção de José Padilha para que o cantor concedesse a utilização de uma de suas músicas na série. Uma lista de seis canções foi apresentada para que o cantor escolhesse uma, mas a assessoria confirma que Roberto não liberou afirmando que não gostaria de ter sua imagem associada à do narcotraficante.

Apesar do veto, pode ser que Roberto seja citado de alguma forma na próxima temporada, uma vez que a história dos shows feitos por ele em Medellín é corroborada por El Osito – apelido por que era conhecido o irmão de Pablo, e pela biografia escrita por Bowden. Segundo a colunista Keila Jimenez, do Portal R7, Roberto Carlos pode ser citado na segunda temporada mesmo sem as suas canções. (Adoro Cinema)

Nenhum comentário:

Postar um comentário