"Ela dá de 10 a 0 em muita menina", diz Luiza Brunet sobre Gisele Bündchen

Nesta quarta-feira (15), a superpoderosa Gisele Bündchen desfila pela última vez numa passarela durante o desfile da Colcci. Será? A torcida é que ela assine mais um contrato aqui e ali e, vez por outra, tenha de desfilar novamente para alguma grife. Não se trata de uma aposentadoria aos 34 anos de vida e 20 de trabalho.


O anúncio é só para as passarelas. Campanhas, inclusive para a Colcci, vão continuar. E também seus próprios negócios, como a marca de lingerie Intimates, que faz em parceira com a Hope.

“Não deveria parar nunca. Modelo de mãe, de família, de mulher. Empreendedora, tem tantas qualidades que deveria ficar muito mais tempo ainda. É uma pena que ela pare de desfilar. Dá de 10 a zero em muita menina ainda. A diferença de quando eu desfilava são os valores pagos para uma modelo. Não tem comparação com o que se pagava antes. A visibilidade que ela tem no mundo inteiro é também muito importante. Ela abriu as portas para várias modelos brasileiras. Eu cheguei a desfilar lá fora, mas eram poucas as que saiam do país”, diz Luiza Brunet, 52 anos, ao Portal Terra.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário