Depois da polêmica entre internautas, linguiça que deixa mais bonita para no Conar

A rivalidade entre Sadia e Seara, que há pouco mais de uma semana lançaram campanhas publicitárias para divulgar suas linhas de linguiça, além de ter assanhado consumidores nas redes sociais, foi parar no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). 

A Seara entrou com uma queixa contra o anúncio da concorrente Sadia. Na queixa, a Seara questiona a campanha publicitária em que a Sadia diz ter uma linguiça com 30% a menos de sódio. A empresa apresenta tabelas e uma série de dados para mostrar que a propaganda é enganosa.

A Sadia já foi informada sobre a queixa e deverá apresentar sua defesa ao Conar para não correr o risco de ter de tirar a campanha do ar.

O anúncio da Seara, protagonizado por Fátima Bernardes, tem a participação de Jandir Dalberto, presidente da rede de churrascarias Fogo de Chão, atestando que seus restaurantes oferecem a linguiça toscana Seara no rodízio – um dos mais caros de São Paulo (R$ 116 por pessoa, ou o suficiente para comprar quase 8 quilos da linguiça no supermercado).

Mas a campanha realmente polêmica foi a da Sadia. Duas amigas se encontram no estacionamento do supermercado depois de dez anos. Laura diz para Gabi que ela não mudou nada nesse tempo e que está até mais magra.


"E esse cabelo maravilhoso! O que você faz para ficar assim", pergunta Laura. Gabi sorri e responde, exibindo um pacote de linguiça da sacola: "Eu? Sei lá. Eu como linguiça Sadia. É uma delícia. Ainda mais agora que 30% menos sódio." Ao final, a moça acrescenta que também se separou. (Poral IG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário