Urach: "Deus não olha minha bunda e sim meu coração"

Havia bastante secreção na região, por conta do Pmma e do hidrogel que a apresentadora injetou para aumentar o bumbum.

Segundo boletim médico ela passa bem, mas terá de ficar com um dreno na nádega e no bumbum de 5 a 7 dias.

No Instagram, Andressa declarou: “Do que adianta uma mulher ter uma bunda e perder sua alma? Deus não olha minha bunda e sim meu coração. E sei que fui salva para salvar e não vou morrer enquanto a promessa não se cumprir.”

Andressa já está com o contrato assinado com a editora Planeta para o lançamento de seu livro, no qual contará com detalhes tudo o que passou desde quando foi internada pela primeira vez e ficou entre à beira da morte.

Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da Rede Record será o co-autor. “Através do meu livro vou confessar todos meus pecados diante dos homens, pois não tenho vergonha desta Andressa que já morreu e pertence ao passado e que minha vida seja um exemplo de transformação como da água para o vinho!!! O mundo saberá a minha verdadeira história!!!" O lançamento será no segundo semestre deste ano

8 comentários:

  1. Então cuidasse mais do coração do que da bunda.

    ResponderExcluir
  2. só acredito que Ele tenha coisas mais importantes para fazer, só acho!

    ResponderExcluir
  3. o tanto que ela já mostrou essa bunda, só não viu quem é cego

    ResponderExcluir
  4. entao deus nao é cirurgião plastico e sim cardiologista...

    ResponderExcluir
  5. Antes dos problemas nem se lembrava de Deus.Só foi ter problemas graves virou madre Teresa.

    ResponderExcluir
  6. Essa guria é um maior papo furado. Se não tivesse acontecido nada, ela estaria ai com as mesmas atitudes e mostrando a bunda.

    ResponderExcluir
  7. Ipocrita mediocre de merda! Nao morreu pq nao presta nem pra isso!

    ResponderExcluir
  8. Sou Cristao e lamento esse tipo de discurso da Andressa. Queria ver se ela iria manter essa conversinha se a bunda dela estivesse em dia, toda durinha e etc. duvido muito. Deus não deve ser tratado como segunda opção, plano B ou sobra.

    ResponderExcluir