Sheilla cria saia-justa no vôlei ao atacar reeleição de Dilma

Insatisfeita com a vitória de Dilma Rousseff (PT) sobre Aécio Neves (PSDB) nas últimas eleições presidenciais, Sheilla citou Cuba para criticar o resultado do pleito. Kenia Carcaces (foto abaixo), nascida na ilha caribenha e contratada recentemente pelo Molico/Nestlé, ex-time da brasileira, evitou entrar em polêmica ao falar sobre o assunto.

Sheilla, atualmente no turco Vakifbank,  escreveu no twitter, após o anúncio da reeleição de Dilma, todo o seu descontentamento. "Agora que não volto pro Brasil mesmo! #vaiserigualacuba", escreveu.

Em Cuba, país com regime comunista, o poder é exercido pelos irmãos Castro desde a Revolução de 1959 - o atual presidente é Raul, irmão de Fidel. Questionada, Kenia Carcaces se esquivou de qualquer polêmica.


"Penso que cada um tem o seu ponto de vista. Isso é normal. É uma democracia e cada um pode dizer o que quer. Se você me falar sobre política de Cuba, não sei nada. Se você me falar sobre política do Brasil, também não. Sobre a política da Rússia, tampouco. Procuro me focar nas minhas coisas", declarou a atleta de 28 anos. (Portal UOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário