Valéria Valenssa entrou em depressão profunda por deixar de ser a Globeleza

Valéria Valenssa, com  42 nos, não conseguiu lidar bem quando teve que deixar o posto de Globeleza, que ocupou durante 14 anos.Segundo o jornal 'Extra", a bela ficou muito chateada por ser substituída e sofreu de depressão.

 “Ela passou por todas as expectativas de uma menina vinda do subúrbio que conseguiu chegar à fama com rapidez, até que um belo dia foi substituída. Isso, para ela, foi um grande baque, um momento muito difícil. Ela sofreu depressão e nem saía de casa. Embora soubesse que aquilo não era para sempre, que depende da forma física, da juventude, aquilo foi um baque muito violento”, contou Laura Bergallo, que, junto a Joseane Duarte, está escrevendo a biografia da dançarina.

Os problemas relativos à depressão interferiram até no casamento de Valéria com Hans Donner, designer de vinhetas da Globo. “Ela queria muito permanecer como Globeleza. E o casamento dela ficou complicado quando ela ficou grávida, algo que ela não podia mudar ou evitar. Valéria até chegou a gravar uma vinheta com o barrigão do primeiro filho. Como o corpo dela estava diferente por causa da gravidez, ela achou que sua saída tinha a ver com isso, e fez mil e uma intervenções cirúrgicas”, disse a autora.


O que ajudou a ex-Globeleza a se reerguer foi a religião. Ela se converteu e hoje é evangélica e se dedica à família e a dar seu testemunho de fé em igrejas pelo Brasil. "Acho que ela hoje encontrou o lugar dela. Não acredito que ela queira voltar a ser famosa, pelo menos nessa questão usando o corpo, eu não acredito mesmo. Até porque os evangélicos têm essa restrição. Embora ela continue muito vaidosa, se vista muito bem, está sempre muito arrumada, acredito que ela está agora mais família. A história fala de um conto de fadas que teve seus momentos difíceis e se tornou um exemplo de superação”, garantiu Laura.

Um comentário: