Comercial do Monty Python com Mick Jagger tem Galvão Bueno

Mick Jagger foi o escolhido para divulgar a volta do grupo de comediantes Monty Python, que retorna aos palcos depois de 30 anos de separação. Em um vídeo promocional (veja no final) lançado esta semana para comunicar a turnê do grupo em Londres, o líder do Rolling Stones assiste a um jogo da Copa do Mundo na companhia do músico Charlie Watts diante de uma TV. Para a surpresa, quem narra a partida é o brasileiro Galvão Bueno, narrador esportivo da TV Globo.

A voz de Galvão não é percebida ou comemorada em nenhum momento durante a exibição do filme, mas foi notada pelos ouvidos mais atentos e fãs brasileiros da banda. No vídeo, Jagger brinca com a volta do grupo e ironiza a trupe de humoristas.

"O Monty Python ainda existe? Quem quer ver isso de novo? Quero dizer, era muito engraçado nos anos 1960... Mas um bando de velhos enrugados tentando reviver a juventude e ganhar mais dinheiro. O melhor deles morreu anos atrás!", diz Jagger, que tem relação estreita com o Brasil. Ele é pai do filho da apresentadora Luciana Gimenez, Lucas, de 15 anos.

Galvão já conquistou fama internacional na Copa, quando foi alvo de uma das mais expressivas campanhas das redes sociais. Em 2010, internautas movimentaram o Twitter com a hashtag "Cala boca, Galvão" em protestro contra a narração de Bueno no Mundial.


Segundo o colunista Leo Dias, do jornal "O Dia", o narrador oficial da emissora recebe salário de R$ 5 milhões, superando o valor recebido por estrelas da casa, como Fausto Silva, que garante metade da quantia no contracheque pela Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário